Expansores de pele

A habilidade de expansão de pele ocorre naturalmente durante a fase de crescimento dos indivíduos, assim como o aumento das mamas na puberdade, o aumento do abdome durante a gravidez. A expansão dos tecidos também pode ser observada em certas patologias, como hemangiomas e tumorações. A vantagem principal do expansor cutâneo consiste na possibilidade de reconstrução com tecidos regionais, portanto com semelhança de cor e textura. Sua principal indicação é quando a pele da vizinhança apresenta boa qualidade.

 

Os expansores são amplamente utilizados, nas correções das sequelas de trauma e queimaduras, nas reconstruções de mama pós-mastectomia, nas deformidades adquiridas ou congênitas.

 

O uso de expansores, quando bem indicado, permite, a ressecção de grandes cicatrizes e seu fechamento, assegurando uma boa qualidade dos tecidos. Os expansores – bolsas de silicone colocadas no tecido ao lado da deformidade a ser tratada – serão preenchidos por soro fisiológico semanalmente, por tempo variável. Numa segunda cirurgia, os expansores são retirados e a pele expandida é avançada sobre a lesão, retirando-se a pele com deformidade.

app (1)b.jpg

+ Cirurgia Reparadora

app (1)b30.jpg

Sequelas Traumáticas

A habilidade de expansão de pele ocorre naturalmente durante a fase de crescimento dos indivíduos...